Com a popularização da ideia de que a privacidade não é mais um luxo para os altos executivos e deve estar acessível a todos os colaboradores, os espaços com configuração de refúgios tipo “phone booth” estão presentes em praticamente todos os projetos que recebemos para especificação de móveis e assentos.

Uma das aplicações dos refúgios, utilizando a proposta de projeto alinhado com o Activity Based Working, é o feedback aos colaboradores. Todo bom gestor já aprendeu que o elogio deve ocorrer sempre em público, enquanto a crítica em conversa privada.

Além do aspecto de suporte pelo espaço para uma conversa privada um a um, a cultura de feedback é a pedra fundamental nesta proposta de coaching e desenvolvimento dos times, garantindo a um ambiente seguro e indicadores objetivos para orientação de cada colaborador.

Apresentamos a seguir, a tradução de um texto publicado por Kristin Ryba no site americano quantumworkplace.com, apresentando 10 dicas para construir uma cultura de feedback.

Boa Leitura.

O feedback é uma das melhores maneiras de sabermos se estamos fazendo algo certo ou errado.

Toda empresa tem (ou deveria ter) diretrizes sobre como o feedback é tratado. Uma forte cultura de feedback, faz com que os colaboradores recebam bem o feedback e o utiliza para promover o crescimento de indivíduos, equipes e organização. As vozes dos funcionários são valorizadas.

Em vez de explorarem talentos, organizações com culturas de feedback são investidores em talentos.

Como uma cultura de feedback beneficia uma empresa?

Como uma empresa incorpora o feedback à cultura afeta muito o envolvimento dos funcionários. Pesquisas mostram que as iniciativas de feedback – como reuniões individuais, programas formais de reconhecimento e pesquisas anuais com funcionários – são muito mais comuns em empresas altamente engajadas. Vários estudos descobriram que o reconhecimento dos funcionários aumenta a retenção e a produtividade.

As organizações com uma forte cultura de feedback permitem que as vozes de seus funcionários liderem as melhorias da empresa, facilitando uma transição de fusão, reduzindo a rotatividade ou melhorando a comunicação da empresa. Além disso, muitas empresas veem melhorias financeiras quando ouvem o feedback dos funcionários.

Criar uma cultura de feedback não é algo que acontece por acaso; é intencional. Então, como você pode criar uma cultura de feedback mais forte para melhorar o desempenho dos funcionários? Aqui estão 10 dicas:

1. Cultive uma mentalidade de crescimento

Pessoas com mentalidade de crescimento acreditam que suas habilidades podem ser desenvolvidas através de dedicação e trabalho duro. Eles veem suas habilidades inatas como um ponto de partida e gostam de aprender.

Culturas fortes de feedback valorizam essa mentalidade. Eles valorizam o aprendizado e o desenvolvimento e veem o feedback como uma oportunidade para melhorar. E eles não dizem apenas que valorizam essas coisas – eles mostram e integram nos negócios. Aqui estão algumas maneiras pelas quais você pode nutrir a mentalidade de crescimento em sua organização:

Deixe que a cultura de feedback faça parte do seu processo de contratação. O candidato é um aprendiz ao longo da vida? Eles buscam crescimento de forma independente? Como eles falam sobre e respondem ao fracasso?

Investir financeiramente em crescimento. Oferecer um subsídio anual de desenvolvimento profissional, pelo acesso a oportunidades de aprendizado interno e externo, reembolso de mensalidades ou cobrir custos com licenças ou certificados profissionais para os funcionários.

Reconheça o crescimento e a melhora. Os resultados não são a única coisa digna de reconhecimento. Reconheça regularmente os funcionários quando estão investindo em seu crescimento.

Lidere com “vulnerabilidade”. Líderes fortes admitem fraquezas e mostram vontade de aceitar e aprender com o feedback. Seja transparente sobre onde a organização e a liderança podem melhorar.

2. Forneça treinamento sobre feedback

Dar e receber feedback são habilidades. Como qualquer habilidade, elas devem ser desenvolvidas e praticadas. Para apoiar uma cultura de feedback, forneça treinamento e recursos aos seus funcionários.

Compartilhe instruções sobre como dar e receber feedback dos funcionários

Mostre vídeos ou permita que os funcionários observem exemplos de boas e más interações de feedback

Treine os funcionários sobre como comunicar feedback com eficiência

Ajude os funcionários a entender sua resistência ao feedback

Treine os funcionários para fazer perguntas, buscar exemplos e esclarecer o significado

Desenvolver habilidades de gerente na definição de metas de desenvolvimento para os funcionários e ajudando-os a alcançar esses objetivos.

3. Defina o tom da parte superior

Quando os funcionários veem os líderes modelar princípios de feedback fortes, é mais provável que eles entrem na fila e façam o mesmo. Seus líderes devem aprimorar sua capacidade de dar e receber feedback e dar o exemplo. Eles precisam pedir feedback consistentemente (acima e abaixo da hierarquia e lateralmente) e mostrar visivelmente que recebem bem o feedback.

4. Crie um ambiente seguro para feedback

A promoção de uma cultura de feedback para o trabalho depende de um fator importante: ter funcionários dispostos a dar um feedback honesto. Os funcionários precisam se sentir seguros e saber que, se derem feedback, não terão repercussões negativas. Isso começa com a construção de relacionamentos de confiança ​​e é reforçado pela forma como o feedback é recebido.

Funcionários diferentes terão níveis de conforto diferentes, oferecendo e recebendo feedback. É importante ser respeitoso e não forçar comentários. Use a inteligência emocional para avaliar se uma pessoa está pronta para dar ou receber feedback e, se você não souber, pergunte.

foto by pressfoto em freepik.com

5. Defina expectativas claras em torno do feedback

Crie padrões organizacionais para a aparência do feedback e transmita essa mensagem de maneira consistente aos gerentes e funcionários. Defina as expectativas organizacionais em torno de sua estrutura de feedback. Aborde o seguinte:

Quem dá feedback?

Quem o recebe?

Com que frequência isso ocorre?

Como fazemos isso?

Qual é o objetivo do feedback?

6. Torne Rotina

A prática leva à perfeição. Quando o feedback acontece rotineiramente, ele se torna esperado. Ele se integra às operações diárias e ficamos melhores nisso.

A cultura é composta de tradições, hábitos, artefatos e linguagem compartilhados. Procure oportunidades para criar essas experiências compartilhadas em torno de dar e receber feedback.

7. Use diferentes canais de feedback

Uma cultura de feedback não tem apenas uma maneira de dar ou receber feedback. As pessoas preferem receber feedback de várias maneiras, e situações diferentes exigem canais de feedback diferentes. Ao fornecer uma variedade de canais de feedback, você oferece aos funcionários a oportunidade de dar feedback da maneira que eles mais se sentirem confortáveis ​​em diferentes situações.

Considere que tipo de feedback seria mais eficaz para a configuração, doador e receptor:

Atribuído vs. anônimo

Feedback individual vs. 360

Indivíduo vs. grupo

Presencial vs. escrito

8. Criar feedback positivo e corretivo

Todo mundo adora feedback positivo. Mas se você se concentrar apenas nas coisas boas, corre o risco de ignorar problemas e estagnar o crescimento de seus funcionários. Por outro lado, se você se concentrar apenas no feedback corretivo, corre o risco de ignorar sucessos e subestimar as contribuições dos funcionários.

Encontre o equilíbrio certo de feedback positivo e corretivo e ofereça meios para os funcionários darem e receberem ambos regularmente.

9. Destaque as decisões tomadas com base no feedback

Quando você tomar uma decisão ou alterar com base no feedback de alguém, informe-o. Não se concentre apenas em comunicar a decisão ou alteração; concentre-se no porquê. “Por que fizemos isso? Por causa do seu feedback.”

Feedback é um presente. Se você não o usar e apreciar o presente, poderá não receber outro. Ter uma cultura de feedback significa que você realmente responde e age de acordo com o feedback. Os funcionários precisam ver que dar feedback vale a pena. Não subestime o valor de acompanhar o que você faz com os comentários.

10. Fortaleça sua equipe com ferramentas de feedback

Por fim, certifique-se de alimentar sua equipe com ferramentas de feedback. Um parceiro de tecnologia pode facilitar os processos de feedback, oferecendo aos funcionários uma maneira fácil de gravar notas das sessões de feedback, conduzir conversas de feedback bidirecional, solicitar feedback 360, dar feedback positivo por reconhecimento e coletar feedback por meio de pesquisas. Isso retira o trabalho administrativo do feedback, permitindo que todos se concentrem no crescimento.

Sua empresa possui uma cultura de feedback? Existem espaços pensados para essa atividade com o nível de privacidade adequado?

Entre em contato para saber como podemos ajudar.

Fonte:

https://www.quantumworkplace.com/future-of-work/10-tips-for-building-a-feedback-culture

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share via
Copy link
Powered by Social Snap