Meeting the Staff

Workplace Strategy Trends

Seu escritório como catalisador de cultura, performance e engajamento

Estamos em meio a um processo de mudança social jamais observado. São cada vez mais comuns os métodos de gerenciamento que reconhecem as necessidades holísticas das pessoas e buscam fomentar o melhor resultado e desenvolvimento dos indivíduos e de suas organizações.

Como atender aos talentos das novas gerações? Quais as ferramentas de suporte tecnológico, físico, cognitivo e emocional adequados às demandas particulares destes indivíduos? Se você espera resultados extraordinários, oferece ferramentas equivalentes ao potencial de sua empresa e equipe?

 
 
  • Rodrigo Calazans

Cultura de espaço – Ações para melhorar a performance em escritórios abertos.

Na sequência de boas práticas para a adoção dos escritórios abertos, abordaremos algumas ações focadas em melhorar a performance das equipes alocadas em escritórios do tipo “open plan”.


A cultura organizacional, segundo a articulista Danieli Closs, é assimilação e consolidação das ações ao longo do tempo:


“A cultura organizacional é a essência da empresa, a maneira como ela faz seus negócios, trata seus clientes e funcionários. É o conjunto de hábitos e crenças estabelecidos através de valores, normas e atitudes compartilhadas pelos membros da organização”


A empresa de arquitetura americana Gensler, apresenta dez dicas para melhorar a performance da sua equipe quando instalada em escritórios abertos.


Boa leitura!


Se você já trabalhou em um aeroporto ou lobby de hotel, já desenvolveu algum recurso para trabalhar em ambientes que podem ser ruidosos ou causar distrações. Embora você não possa reconhecê-lo, essa experiência ajudará você a se ajustar mais rapidamente em um escritório mais aberto. Aqui estão 10 dicas para ajudar você a aproveitar ao máximo seu novo ambiente:


Planejando o seu dia - Sem um escritório como seu espaço de trabalho padrão, será necessário considerar cuidadosamente quais espaços suportarão a variedade de atividades que você faz durante um dia. Com o tempo, você desenvolverá uma capacidade inata de buscar o espaço que se alinha às suas necessidades.


Reduzindo seu armazenamento - Muitas vezes ouvimos dos líderes como é libertador reduzir o papel, o arquivamento e o armazenamento desnecessários. Este é um bom primeiro passo para ser mais enxuto, mais leve e mais cuidadoso com os materiais físicos que você precisa para ter sucesso todos os dias.


Equilibrar acessibilidade e distrações - Entre os benefícios de se sentar perto de sua equipe está a maior consciência do que está acontecendo em seu grupo, ser capaz de solucionar os desafios e fornecer treinamento e orientação mais facilmente. Conversas mais informais podem acelerar a tomada de decisões e permitir que você tenha mais influência sobre o trabalho de sua equipe. No entanto, esses ganhos podem custar sua capacidade de gerenciar distrações e ser produtivo individualmente. Encontrar o equilíbrio certo levará algum tempo e provavelmente variará dependendo de quais são suas prioridades todos os dias.


Atender chamadas telefônicas em espaço aberto - A maioria, se não todas as suas chamadas hoje, provavelmente acontecem em uma sala. Conversas que não são confidenciais e as chamadas que você não está conduzindo provavelmente estão bem em sua mesa usando fones de ouvido. Pode ser um ajuste, mas, com o tempo, você poderá determinar com mais naturalidade se o tipo de chamada precisa de uma sala ou não.


Ter conversas confidenciais - Trabalhar ao público exigirá que você pense criticamente sobre as informações privilegiadas, e haverá um ajuste conforme você encontrar os espaços certos para essas reuniões, dependendo do tópico e do grau de confidencialidade necessários.


Usando espaço para gerenciar sua disponibilidade - Se houver espaços compartilhados próximos, projetados para dar suporte ao trabalho de foco longe de sua mesa, você poderá usá-los para realizar um trabalho individual. Ao mesmo tempo, sua escolha consciente de se sentar em outro lugar indica que você não quer ser interrompido.


Incentivar reuniões informais quando fizer sentido - Se a reunião não for sobre um assunto delicado e / ou não houver ninguém discando virtualmente, considere hospedá-la em um espaço colaborativo aberto, em vez de em uma sala. Quanto mais reuniões puderem acontecer a céu aberto, mais salas estarão disponíveis para as atividades que realmente precisam delas.


Treinando uns aos outros - Todos se adaptarão ao trabalho sem um escritório e descobrirão as coisas que funcionam para eles no seu próprio ritmo. No entanto, se você ver um colega lutando, compartilhe o que funciona para você. Da mesma forma, se você estiver com dificuldade para se ajustar, pergunte a um colega como ele está navegando no novo local de trabalho.


Usando essa oportunidade para fortalecer a cultura de sua equipe - quanto mais você puder alinhar essa mudança com as metas e objetivos, mais ela entrará em contato com sua equipe e mais fácil será para você defendê-la.


Liderando pelo exemplo - como líder, é obviamente importante que sua produtividade individual seja bem suportada. No entanto, você também tem a responsabilidade de liderar pelo exemplo, modelar comportamentos que você espera de sua equipe e seguir a etiqueta e os protocolos estabelecidos. Ser intencional e consciencioso sobre suas escolhas terá um impacto positivo no seu trabalho, assim como no da sua equipe.


Finalmente, tente coisas novas e seja paciente. Pode parecer ineficiente no começo mas quanto mais você estiver disposto a explorar como o ambiente pode atender às suas necessidades, mais rápido você determinará o que funciona para você. Algumas experiências podem ser frustrantes, mas não as deixe prejudicar sua jornada. Tome seu tempo para descobrir uma nova rotina. Sua segunda semana será mais fácil do que a primeira e, após as primeiras semanas, você terá uma boa noção de como melhor apoiar seu trabalho.


Seu escritório em montagem “open-plan” pode ser uma ferramenta de performance e engajamento, quando pensado para suprir as necessidades humanas dos colaboradores. Lembre-se que todos nós temos demandas físicas, cognitivas e emocionais relacionadas ao trabalho.


Na semana que vem, falaremos sobre diferentes abordagens dessas três grandes áreas de realização humana e como o suporte às atividades de trabalho, quando analisado por essas três lentes, ajudam a construir ambientes diferenciados.


Entre em contato para nos conhecer e explicarmos melhor como podemos ajudar.

Fontes:

https://www.gensler.com/research-insight/in-focus/10-tips-for-success-in-an-open-plan

https://endomarketing.tv/cultura-organizacional/#.XKFIwphKjIU


Imagem de Yanalya em freepik.com

Laptop & Coffee

Vamos marcar um café?

Um café e boa conversa, sempre fazem bem.

São Paulo - SP